Atlas-V lança NROL-36




Envolto num espesso manto de nevoeiro que cobria toda a Base Aérea de Vandenberg, Califórnia, o foguetão Atlas-V/401 (AV-033) ‘Rosie’ lançou a missão NROL-36 para o National Reconnaissance Office dos Estados Unidos. O lançamento teve lugar às 2139UTC do dia 13 de Setembro de 2012 a partir do Complexo de Lançamento SLC-3E.

A carga principal desta missão são dois satélites de vigilância electrónica oceânica NOSS-3 (Naval Ocean Surveillance System) que constituem a terceira geração deste tipo de satélites. Os veículos transportam instrumentação para seguir os navios nos mares e os aviões através das suas comunicações rádio. Ao contrário das gerações anteriores, a nova geração vê o lançamento de um par de satélites em vez dos usuais três veículos (tripleto). Cada satélite terá uma massa aproximada de 6.500 kg.

Juntamente com a carga principal seguiram 11 pequenos satélites: o CINEMA (Cubesat for Ion, Neutral, Electron, Magnetic fields) é um satélite internacional que envolve a cooperação de diversas universidades para realizar a medição de parâmetros críticos do tempo espacial; o Aeneas, é um projecto destinado a seguir contentores nos oceanos e para testar processadores da próxima geração; o SMDC-ONE 2.1 ‘Able’ e o SMDC-ONE 2.2 ‘Baker’ (Space Missile Defense Command – Operational Nanosatellite Effect), são destinados a demosntrar a capacidade de rápido desenvolvimento de pequenos satélites de comunicações; STARE A (Space-Based Telescopes for Actionable Refinement of Ephemeris) também designado ‘Re’, está equipado com instrumentação óptica que irá demonstrar os elementos principais para a detecção de detritos orbitais; AeroCube-4A, AeroCube-4B e AeroCube-4C, destinados a pesquisas tecnológicas; CP-5, desenvolvido por grupos de estudantes que praticam o projecto, desenvolvimento, construção e lançamento de um nano-satélite; CSSWE (Colorado Student Space Weather Experiment), destinado a estudar a relação entre as protuberâncias solares e as partículas energéticas; CXBN (Cosmic X-Ray Background), para observar os raios-x da radiação de fundo.

Este foi o 48º lançamento orbital de 2012, sendo o 2º lançamento desde a Base Aérea de Vandenberg. A seguinte tabela mostra os totais de lançamentos executados este ano em relação aos previstos para cada polígono (entre parêntesis estão os lançamentos fracassados se for o caso):

Baikonur – 13 (12) / 27

Plesetsk – 1 / 8

Dombarovsky – 0 / 2

Cabo Canaveral – 7 / 9

Wallops Island – 0 / 2

Vandenberg – 2 / 2

Kwajalein – 1 / 1

Jiuquan – 2 / 8

Xichang – 6 / 9

Taiyuan – 3 / 5

Tanegashima – 2 / 3

Kourou – 5 / 10

Satish Dawan, SHAR – 2 / 3

Naro – 0 / 1

Sohae – 1 (1) / 1

Semnan – 1 / 2

Odyssey – 2 / 3

Os próximos cinco lançamentos orbitais são:

17/Set (1629UTC) – 14A14-1A Soyuz-2-1A/Fregat (012/1037) – Baikonur; MotOp-B

19/Set (1800UTC) – CZ-3B/E Chang Zheng-3B/E (Y15) – Xichang; Compass-M2, Compass-M5

21/Set (????UTC) – Ariane-5ECA (VA209/L565) – CSG Kourou; Astra-2F, GSAT-10

29/Set (0410UTC) – CZ-2D Chang Zheng-2D – Jiuquan; VRSS-1 ‘Francisco de Miranda’

04/Out (1210UTC) – Delta-IVM+(4,2) – Cabo Canaveral; GPS-IIF-3

Imagem: ULA

Deixe um comentário