As designações Cosmos: Cosmos-2502, um novo mistério?



DSC_7895_Ssmall

As designações Cosmos foram utilizadas desde o princípio da Era Espacial por parte da União Soviética para oficialmente designar uma série de satélites científicos.

Ao longo dos anos a numeração da série foi crescendo de forma quase exponencial e cedo se tornou evidente que esta designação servia para disfarçar a verdadeira natureza da maioria dos satélites colocados em órbita, pois nenhuma nação seria capaz de investir uma enorme quantidade de recursos em satélites cientificos.

De facto, a natureza destes satélites foi confirmada com o desmoronar do segredo soviético e confirmou-se que, apesar de haveram satélites científicos entre os milhares de satélites Cosmos colocados em órbita, a grande maioria tinha uma natureza militar.

Recentemente a Rússia colocou em órbita o satélite de navegação GLONASS-K1 n.º 12L e era esperado que este satélite viesse a receber a designação Cosmos-2501. Recentemente, surgiu a informação que o satélite teria recebido a designação Cosmos-2502, o que implicaria, possivelmente, a existência de um novo satélite secreto em órbita tal como aconteceu por duas vezes no passado recente (em Dezembro de 2013 e em Março de 2014).

Ora, a desiganção Cosmos-2501 foi atribuída ao satélite Luch colocado em órbita a 27 de Setembro de 2014. No entanto, o Boletim Em Órbita sabe que estas designaçõe serão alteradas e que o satélite Luch irá manter a sua designação original, com o satélite GLONASS-K1 n.º 12L a receber a designação Cosmos-2501.

Assim, decidiu-se manter nas publicações já realizadas estas designações tal como eram aguardadas em vez de se fazer uma alteração das designações nesta altura e uma nova alteração num futuro próximo.

Deixe um comentário