Ano de lançamentos orbitais termina a 19 de Dezembro com três missões




Os últimos três lançamentos orbitais de 2012 terão lugar num espaço de 12 horas no próximo dia 19 de Dezembro, originando de diferentes pontos do globo. Das três missões que serão lançadas nesse dia, uma delas será tripulada.

Este dia de actividades espaciais frenéticas terá início às 1212:35UTC com o lançamento da missão espacial Soyuz TMA-07M que irá transportar três novos elementos para a Expedição 34 a bordo da estação espacial internacional. A tripulação da Soyuz TMA-07M é composta por Roman Yuriyevich Romanenko (Rússia), Chris Austin Hadfield (Canadá) e Thomas Henry Marsburn (EUA). O lançamento será realizado pelo foguetão 11A511U-FG Soyuz-FG (Л15000-040) a partir da Plataforma de Lançamento PU-5 do Complexo de Lançamento LC1 (17P32-5) ‘Gagarinsky Start’, no Cosmódromo de Baikonur. Este será o 24º e último lançamento orbital da Rússia em 2012 e o 21º lançamento a ter lugar neste ano desde Baikonur.

Quatro horas depois do lançamento da Soyuz TMA-04M, às 1612:52UTC terá lugar o último lançamento por parte da China neste ano ao colocar em órbita o satélite de observação turco Göktürk-2. O lançamento será realizado por um foguetão CZ-2D Chang Zheng-2D a partir da Plataforma de Lançamento 603 do Complexo de Lançamento LC43 do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan. Este será o 19º lançamento orbital da China em 2012 e o 5º lançamento desde Jiuquan no corrente ano.

O último lançamento orbital de 2012 deverá ter lugar pelas 2149:00UTC a partir do CSG Kourou, Guiana Francesa. Esta missão da Arianespace irá colocar em órbita dois satélites de comunicações: o Skynet-5D (comunicações militares para o reino Unido) e o Mexsat-3 ‘Bicentenário’ (um satélite de comunicações civis para o México). O lançamento da missão VA211 será levado a cabo pelo foguetão Ariane-5ECA (L567) a partir do Complexo de Lançamento ELA3. Este será o 9º lançamento orbital desde o CSG Kourou bem como o 9º lançamento da Arianespace em 2012.

O ano deverá encerrar com 78 tentativas de lançamentos orbitais das quais 75 terão resultado com a colocação em objectos em órbita (o que por si só não implica uma missão bem sucedida.

Deixe um comentário