Agricultura cósmica



Um terceiro protótipo da iniciativa de ciência civil AstroPlant fez sua estreia, na semana passada, no festival Border Sessions, na Holanda. A estufa da área de trabalho permite que as pessoas ajudem a obter dados sobre potenciais culturas para crescer no espaço.

Assim como a agricultura revolucionou a colonização humana na Terra, também será um factor crucial no espaço. Mas primeiro precisamos de dados.

Micro-Ecological Life Support System Alternative (Sistema Alternativo de Suporte à Vida Micro-Ecológica), ou MELiSSA para abreviar, trabalha há mais de 27 anos para criar ecossistemas para astronautas. Estão a aperfeiçoar o modo como microrganismos, produtos químicos, catalisadores, algas e plantas interagem para processar resíduos e abastecer de forma permanente oxigénio, água e alimentos.

Para ajudar a acelerar o processo, a equipa está a recrutar cientistas civis com a iniciativa AstroPlant. A ideia foi concebida na conferência Border Sessions, em 2016, para pedir aos jardineiros, escolas, agricultores urbanos e outros entusiastas para sustentar sementes seleccionadas pela equipa MELiSSA.

Em abril passado, mais de 40 participantes em toda a Europa realizaram uma troca de ideias sobre o protótipo e outros aspectos da iniciativa, incluindo a concepção de equipamento, interface de usuário e desenvolvimento de negócios. O resultado é o terceiro protótipo apresentado, na semana passada, à audiência da Border Sessions.

O AstroPlant é um laboratório de plantas equipado com sensores que acompanham todo o ciclo de crescimento. A temperatura do ar e da água, os níveis de humidade e a temperatura das folhas, entre outras estatísticas, são enviadas através de uma aplicação, juntamente com outros dados obtidos pelo usuário. A equipa MELiSSA analisa, então, os dados da cultura para o potencial uso na agricultura espacial.

Uma campanha de “crowd funding”  está prevista para Setembro para financiar uma série de kits para os participantes interessados. A iniciativa espera eventualmente ter kits AstroPlant instalados nas escolas secundárias, como parte dos seus objetivos educacionais.

Border Sessions é uma conferência anual de tecnologia e um laboratório que funciona durante todo o ano, que reúne vários parceiros para avançar novas ideias e experiências.

Se estiver interessado em participar no projecto AstroPlant ou se deseja mais informações, envie um e-mail para [email protected]

Notícia e imagem: ESA

Texto corrigido para Língua Portuguesa pré-AO90

Tags:  

Deixe um comentário