Afinal não terá sido um teste ASAT



No dia 13 de Maio de 2013 o Boletim Em Órbita noticiou um lançamento efectuado pela China a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Xichang. Na altura, uma das hipóteses colocadas sobre o objectivo deste lançamento apontava para a possível realização de um teste anti-satélite (ASAT) conta um alvo simulado.

Porém, recentes revelações oficiais e oficiosas apontam para que na verdade a China tenha levado a cabo uma missão científica, com o lançador a atingir uma altitude que poderá ter sido superior aos 10.000 km. Nesta altura desconhece-se que tipo de lançador foi utilizado.

A bordo terá seguido a carga Kunpeng-7 com o objectivo de levar a cabo estudos magnetosféricos. Entre os instrumentos a bordo estariam uma sonda Langmuir, detectores de partículas, um magnetómetro e uma experiência de libertação de uma nuvem de bário.

Deixe um comentário