A tocha olímpica passeou no espaço



tocha_2013-11-09_14-55-49

Apesar de não ser a primeira vez que uma tocha olímpica viaja em órbita terrestre, esta foi a primeira vez que participou num passeio espacial!

Dois cosmonautas russos (Oleg Kotov e Segei Ryazansky) participaram numa actividade extraveícular (passeio espacial) no dia 9 de Novembro de 2013. Com algumas tarefas para serem realizadas no exterior da estação espacial internacional, o principal ponte de atenção era a presença da tocha olímpica no exterior da ISS como parte da sua longa caminhada entre a Grécia e Sochi, local de realização das próximas olimpíadas de Inverno que terão lugar nesta cidade russa entre 7 e 23 de Fevereiro de 2014.

Após procederem à despressurização da escotilha do módulo Pirs às 1434UTC, os dois cosmonautas iniciaram esta actividade extraveícular com Sergei Reazansky a mover-se para fora da ISS preparando assim a saída de Oleg Kotov transportando a tocha olímpica. À medida que saía do módulo Pirs, Kotov ia sendo fotografado pelo seu companheiro. Tentando sempre obter os melhores ângulos e cenários, a sessão fotográfica prolongou-se por cerca de duas horas. Sergei Ryazansky também pousou com a tocha de Sochi, enquanto que Kotov o fotografava.

tocha_2013-11-09_14-57-41

Terminada esta sessão fotográfica, os dois homens dedicaram-se a trabalhos mais mundanos no exterior da ISS. No entanto, os resultados obtidos foram um misto de sucesso e actividades não realizadas. Os dois homens tinham como objectivo instalar um sistema de fixação num local de trabalho no exterior do módulo Zvezda e remover um varão na zona de trabalho VRM também no Zvezda.

Os dois homens procederam à arrumação de cabos na experiência RK21 no exterior do módulo de serviço da ISS antes de tentarem armazenar uma série de painéis na sua configuração original. As tarefas tinham como objecto preparar uma plataforma de orientação para a instalação de uma câmara de alta-definição durante uma próxima actividade extraveícular a ser realizada em Dezembro de 2013.

Infelizmente, os dois cosmonautas não conseguiram proceder à instalação da plataforma de fixação Yakor (que entretanto foi trazida de volta para o interior da ISS) nem conseguiram armazenar os painéis da antena RK21.

A actividade extraveícular terminaria 5 horas e 50 minutos após se ter iniciado.

Deixe um comentário