A preparar o lançamento do Swarm



Marcado o lançamento do trio Swarm, da ESA, para 14 de Novembro, o primeiro satélite chegou em segurança ao Cosmódromo de Plesetsk, na Rússia. Esta nova missão irá revelar um dos aspectos mais misteriosos do nosso planeta: o campo magnético. 

A chegada marca o início da campanha de lançamento, que inclui um intenso período de testes para garantir que os satélites estão prontos para o lançamento, depois da viagem da Alemanha até à Rússia.

Esta fase também inclui a delicada tarefa do abastecimento dos satélites e da sua ligação ao foguete que irá pô-los em órbita.

Os dois satélites restantes chegarão à Rússia nos próximos dias. 

Os três serão lançados juntos, num foguete Rokot.

O primeiro satélite já foi descarregado, tendo sido levado para as instalações de integração, o ‘MIK’.

A constelação Swarm será a próxima da série Earth Explorer e a primeira da ESA que irá dedicar-se a perceber como a Terra funciona. 

Os três satélites, desenvolvidos pela ESA através de um consórcio liderado pela EADS Astrium Gmbh, têm uma forma bastante invulgar – trapezoidal com um mastro de 9 metros de comprimento que se abre em órbita. 

Este mastro longo significa que os sensores na ponta evitam qualquer interferência magnética do resto do satélite. A limpeza magnética é o segredo desta missão.

Aproveitando o melhor da tecnologia Europeia e Canadiana, os três satélites idênticos irão desvendar e medir com muita precisão os diferentes sinais magnéticos do centro da Terra, manto, crosta e oceanos, bem como a sua ionosfera e magnetosfera. 

Os dados recolhidos por esta missão de ponta irão trazer novas perspectivas sobre diversos processos naturais, desde os que ocorrem no interior do nosso planeta até ao clima no espaço, devido à actividade solar. 

Com esta informação poderemos perceber melhor por que razão o nosso campo magnético está a enfraquecer.

Os preparativos para o lançamento da missão Swarm, a partir de Plesetsk, podem ser seguidos em ESA’s launch campaign blog.

Notícia e imagem: ESA

Deixe um comentário