A China não dorme…

Enquanto que o mundo espacial anda entretido com os atrasos da missão Zuma e os preparativos para o lançamento do primeiro Falcon Heavy agora adiado para finais de Janeiro, a China prepara uma verdadeira salva de lançamentos no primeiro mês de 2018.

Hoje foram revelados os denominados NOTAM (NOTice to AirMan) que delimitam as zonas de segurança a serem estabelecidas durante os lançamentos orbitais ou testes de mísseis balísticos. Como no caso dos lançamentos orbitais Chineses muitas das datas são suposições, provenientes de rumores ou mesmo ‘wild guesses’, estes NOTAM servem para confirmar a veracidade dessas informações.


Assim, no dia 9 de Janeiro terá lugar pelas 0320UTC o lançamento dos satélites GJ-1 Gaojing-1 (3) e GJ-1 Gaojing-1 (4) a partir do Complexo de Lançamento LC9 utilizando um foguetão CZ-2D Chang Zheng-2D. Também designados Superview-1 na sua designação comercial Ocidental, os satélites serão operados pela Beijing Space View Tech Co Ltd. São baseados na plataforma CAST3000B, desenvolvidos pela Academia Chinesa de Tecnologia Espacial, e têm uma massa de 560 kg no lançamento. Operam a partir de partir de órbitas sincronizadas com o Sol a uma altitude de 500 km.

O lançamento de dois novos satélites de navegação a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Xichang terá lugar às 2300UTC do dia 11 de Janeiro. Os satélites Beidou-3MEO3 (Beidou-26) e Beidou-3MEO4 (Beidou-27) serão lançados por um foguetão CZ-3B Chang Zheng-3B/YZ-1 a partir do Complexo de Lançamento LC2. Este será o primeiro de uma série de onze lançamentos de satélites de navegação a serem levados a cabo em 2018.

O dia 13 de Janeiro verá um novo lançamento orbital a partir do Centro de Lançamento de satélites de Jiuquan. Lançado a partir da Plataforma de Lançamento 603 do Complexo de Lançamento LC43, um foguetão CZ-2D Chang Zheng-2D irá colocar em órbita o satélite de detecção remota LKW-3 Ludikancha Weixing-3. O lançamento está previsto para as 0720UTC.

A China deverá levar a cabo o lançamento de um novo foguetão CZ-11 Chang Zheng-11 a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan a 19 de Janeiro. A bordo estarão os satélites Dequing-1 (Jilin 1-07), Jilin 1-08, Huaian, Xiaoxiang-2 (TY-2 Tianyi-2), Xiaoxiang-3 (TY-3 Tianyi-3), Xiaoxiang-4 (TY-4 Tianyi-4), Xiaoxiang-5 (TY-5 Tianyi-5), QTT-1 Quantutong-1 e Kepler.

Três novos satélites Chuangxin-5 serão colocados em órbita a 27 de Janeiro a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Xichang, província de Sichuan. Esta será a missão YG-30-04 Yaogan Weixing-30-04, composta pelos satélites CX-5 Chuangxin-5 (10), CX-5 Chuangxin-5 (11) e CX-5 Chuangxin-5 (12). O lançamento será levado a cabo por um foguetão CZ-2C Chang Zheng-2C a partir do Complexo de Lançamento LC3.

 

%d blogueiros gostam disto: