A busca pelo misterioso satélite Cosmos



cosmos_250_smithsonian

Com o recente anúncio de que o satélite colocado em órbita pelo Rússia a 6 de Maio de 2014 havia sido designado Cosmos-2495, levantavam-se várias questões sobre os satélites Cosmos desconhecidos.

Até ao dia do lançamento do Cosmos-2495 sabíamos que os satélites lançados a 25 de Dezembro de 2013 haviam sido designados Cosmos-2488, Cosmos-2489 e Cosmos-2490. Assim, e tendo em conta estas designações, foi assumido que o satélite de navegação GLONASS-M colocado em órbita a 23 de Março de 2014, era o Cosmos-2491.

Com o recente anúncio, existiam assim três satélites Cosmos desaparecidos (ou desconhecidos), isto é o Cosmos-2491, Cosmos-2492 e o Cosmos-2493.

Alguns bons candidatos para preencher esta lacuna seriam os três satélites lançados a bordo do primeiro Soyuz-2-1v a 28 de Dezembro de 2013. Eventualmente, as esferas SKRL-756 colocadas em órbita neste lançamento receberam designações Cosmos, enquanto que o satélite Aist manteve a sua designação original.

De qualquer das formas, haveria ainda um satélite Cosmos «desaparecido». Podemos assumir que o misterioso satélite foi colocado em órbita entre 25 de Dezembro de 2013 (o triplo lançamento Rodnik-S) e 23 de Março de 2014 (o lançamento do satélite de navegação GLONASS-M). Aqui, excluo a hipótese de que o satélite tivesse sido colocado em órbita durante as actividades extraveículares realizadas a partir da ISS a 27 de Dezembro de 2013 e a 27 de Janeiro de 2014.

Entre estas datas (e respectivos lançamentos) foram realizados os lançamentos do veículo de carga Progress M-24M (com o CubeSat Chasqui-1 a bordo) a 5 de Fevereiro; o lançamento comercial do TurkSat-4A a 14 de Fevereiro; e o duplo lançamento Express a 15 de Março.

Não é usual as designações Cosmos serem atribuídas a satélites ainda não em órbita terrestre, assim e apesar de haver a possibilidade de um satélite misterioso se encontrar em órbita a bordo da ISS lançado a bordo do Progress M-21M, esta hipótese é nada plausível.

Da mesma forma, nada foi lançado juntamente com o satélite Turksat-4A e com os dois satélites Express. Por outro lado, e ao se analisar os objectos resultantes do primeiro lançamento do foguetão Soyuz-2.1v, vemos que para além dos satélites SKRL-756 (I), SKRL-756 (II) e Aist, somente foi catalogado o último estágio do lançador que deverá reentrar na atmosfera terrestre dentro de dias.

Façamos a mesma análise para o lançamento dos três satélites Rodnik-S. Para além destes três satélites, foram catalogados o estágio Briz-KM e um objecto designado ‘BREEZE-KM DEB’ (39497 2013-076E). Ao se comparar os parâmetros orbitais destes objectos (e sendo óbvio que o Briz-M não recebeu qualquer designação Cosmos), nota-se que o objecto 39497 possuí parâmetros orbitais similares aos três satélites Rodnik-S (Cosmos-2488, Cosmos-2489 e Cosmos-2490) o que pode indicar que este objecto pode ter sido separado do estágio Briz-KM antes de este executar uma manobra para se afastar dos restantes três satélites.

Os satélites resultantes deste lançamentos têm os seguintes parâmetros orbitais (perigeu x apogeu x período orbital): Cosmos-2488 (1478 x 1511 x 115,86); Cosmos-2489 (1476 x 1513 x 115,86) e Cosmos-2490 (1476 x 1513 x 115,86). O objecto 39497 tem os seguintes parâmetros orbitais: 1481 x 1510 x 115,88.

Desde 2008 foram lançadas seis missões Rodnik utilizando o foguetão Rokot. Em duas destas missões foi orbitado um quarto satélite: no lançamento realizado a 23 de Maio de 2008 (2008-025) foi colocado em órbita o pequeno satélite Yubeleiny e no lançamento realizado a 28 de Julho de 2012 (2012-041) foi colocado em órbita o satélite MiR. Nos restantes lançamentos realizados a 6 de Julho de 2009 (2009-036), 8 de Setembro de 2010 (2010-043) e 15 de Janeiro de 2013 (2013-001), somente foram catalogados em órbita os três satélites Rodnik e o estágio superior Briz-M.

Assim, é possível que este objecto (39497) seja o satélite Cosmos desaparecido. Se assim for a distribuição das designações Cosmos poderá ser a seguinte:

Cosmos-2488 (Rodnik-S) lançado a 25 de Dezembro de 2013;

Cosmos-2489 (Rodnik-S) lançado a 25 de Dezembro de 2013;

Cosmos-2490 (Rodnik-S) lançado a 25 de Dezembro de 2013;

Cosmos-2491 (?????) lançado a 25 de Dezembro de 2013;

Cosmos-2492 (SKRL-756 (I)) lançado a 28 de Dezembro de 2013;

Cosmos-2493 (SKRL-756 (II)) lançado a 28 de Dezembro de 2013;

Cosmos-2494 (GLONASS-M) lançado a 25 de Março de 2014;

Cosmos-2495 (Kobalt-M) lançado a 6 de Maio de 2014.

A Rússia prepara-se para levar a cabo o lançamento de três novos satélites Rodnik-S a 25 de Maio de 2014 e a 9 de Julho de 2014, três satélites Gonets-M serão acompanhados pelo satélite DOSAAF-85. Será interessante ver de que forma estes satélites evoluem após serem colocados em órbita e que outros objectos resultarão destes lançamentos.

Imagem: a fotografia utilizada é apenas ilustrativa

Deixe um comentário