2010-013 15A18 Dnepr-1 (4504261304) * CryoSat-2



 

Deixando para trás as más memórias de há 5 anos quando o CryoSat-1 foi perdido devido ao mau funcionamento do seu foguetão lançador, a ESA e a empresa russa Kosmotras colocaram em órbita o satélite CryoSat-2, um satélite optimizado para levar a cabo estudos sobre as camadas de gelo do nosso planeta.

O lançamento teve lugar às 1357:04UTC do dia 8 de Abril e foi levado a cabo por um foguetão 15A18 Dnepr-1 (4504261304) a partir do Complexo de Lançamento LC190/95 do Cosmódromo GIK-5 Baikonur, Cazaquistão. A separação entre o CryoSat-2 e o último estágio do seu foguetão lançador teve lugar pelas 1614UTC.

O CryoSat-2 pretende responder á questão se o actual aquecimento global está a levar ao desaparecimento das camadas de gelo polares. O satélite vai monitorizar a espessura das camadas de gelo e do gelo flutuante.  O satélite transporta um altímetro de micioondas  que foi optimizado para determinar alterações na espessura tanto do gelo flutuante, que pode atingir vários metros, e das camadas de gelo polares, que na Antártida podem atingir até 5 km de espessura. A missão irá fornecer dados sobre o nível de alterações na espessura do gelo com uma precisão de 1 cm.

 

 

Este foi o 4698º lançamento orbital levado a cabo desde 4 de Outubro de 1957, sendo o 2862º lançamento orbital da Rússia (7º em 2010) e o 1250º lançamento orbital a ter lugar desde o Cosmódromo GIK-5 Baikonur (7º em 2010).

A seguinte lista mostra o total de lançamentos previstos para cada polígono de lançamento em 2010. O primeiro número indica os lançamentos realizados, enquanto que o segundo número indica os lançamentos previstos. Quando surgir algum número entre parêntesis quererá indicar um lançamento falhado incluído nos lançamentos já realizados. os números serão actualizados à medida que se verificarem alterações.

GIK-5 Baikonur (Rússia / ILS / Kosmotras) – 7 / 33
GIK-1 Plesetsk (Rússia / Eurockot) – 0 / 9
Dombarovskiy (Rússia / Kosmotras) – 0 / 5
Cabo Canaveral AFS (EUA / ULA / SpaceX) – 2 / 17
Centro Espacial Kennedy (EUA) – 2 / 5
MARS White Sands – 0 / 1
Vandenberg AFB (EUA / ULA) – 0 / 8
Kodiak (EUA) – 0 / 2
Ilha de Omelek (SpaceX) – 0 / 2
Jiuquan (China) – 1 / 4
Xi Chang (China) – 1 / 13
Taiyuan (China) – 0 / 5
Tanegashima (Japão) – 0 / 2
CSG Kourou (Arianespace) – 0 / 9
Satish Dawan SHAR (Índia) – 0 / 9
Semnan (Irão) – 0 / 1
Naro (Coreia do Sul) – 0 / 1
Palmachin – 0 / 1

Imagens: TV Roscosmos / ESA

Deixe um comentário