2010-009 CZ-4C Chang Zheng-4C (CZ4C-5) * YG-9 YaoGan Weixing-9



A China levou a cabo o lançamento do satélite de detecção remota YG-9 YaoGan Weixing-9 (遥感卫星九号). O lançamento teve lugar às 0455UTC do dia 5 de Março de 2010 e foi levado a cabo por um foguetão CZ-4C Chang Zheng-4C (CZ4C-5) a partir do Complexo de Lançamento SLS-2 do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan. Esta foi a primeira utilização de um foguetão CZ-4C desde Jiuquan, demonstrando assim a versatilidade do complexo de lançamento.

Segundo fontes chinesas, o novo satélite será utilizado para "propósitos científicos, análise dos solos, estimativa de colheitas agrícolas e monitorização de desastres naturais."Porém, os analista ocidentais crêem que estes satélites são na realidade satélite de observação e reconhecimento militar.

 

O lançamento anterior desta série, o YG-8 YaoGan Weixing-8, teve lugar a 15 de Dezembro de 2009 a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Taiyuan utilizando um foguetão CZ-4C.

Imagens anteriores da transferência do módulo orbital desde o edifício de integração de carga para a plataforma de lançamento, levantaram algumas questões sobre a natureza da carga a bordo. As dimensões da carenagem de protecção são excepcionalmente maiores se comparadas com lançamentos anteriores da mesma série, levantando questões sobre a possibilidade da presença de mais de um satélite a bordo ou o lançamento de um novo tipo de satélite.

 

Este foi o 4694º lançamento orbital levado a cabo desde 4 de Outubro de 1957, sendo o 124º lançamento orbital da China (2º em 2010) e o 43º lançamento orbital a ter lugar desde Jiuquan (1º em 2010).

A seguinte lista mostra o total de lançamentos previstos para cada polígono de lançamento em 2010. O primeiro número indica os lançamentos realizados, enquanto que o segundo número indica os lançamentos previstos. Quando surgir algum número entre parêntesis quererá indicar um lançamento falhado incluído nos lançamentos já realizados. os números serão actualizados à medida que se verificarem alterações.

GIK-5 Baikonur (Rússia / ILS / Kosmotras) – 4 / 32
GIK-1 Plesetsk (Rússia / Eurockot) – 0 / 9
Dombarovskiy (Rússia / Kosmotras) – 0 / 4
Cabo Canaveral AFS (EUA / ULA / SpaceX) – 2 / 17
Centro Espacial Kennedy (EUA) – 1 / 5
MARS White Sands – 0 / 1
Vandenberg AFB (EUA / ULA) – 0 / 8
Kodiak (EUA) – 0 / 2
Ilha de Omelek (SpaceX) – 0 / 2
Jiuquan (China) – 1 / 4
Xi Chang (China) – 1 / 13
Taiyuan (China) – 0 / 5
Tanegashima (Japão) – 0 / 2
CSG Kourou (Arianespace) – 0 / 9
Satish Dawan SHAR (Índia) – 0 / 9
Semnan (Irão) – 0 / 1
Naro (Coreia do Sul) – 0 / 1
Palmachin – 0 / 1

 

Imagens: Xinhua / CCTV

Deixe um comentário